Embaixada de Portugal no Chile

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Eleição do Dr. António Vitorino enquanto Diretor-Geral da OIM

naom 5b33417c1d846

O Dr. António Vitorino foi há pouco eleito por aclamação para Diretor-Geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Nesta ocasião, o Governo Português acaba de emitir seguinte comunicado:

Eleição do Dr. António Vitorino enquanto Diretor-Geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM)

O Governo Português congratula-se com a eleição de António Vitorino para o cargo de Diretor-Geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM). As eleições tiveram lugar hoje, 29 de junho de 2018, em Genebra, na Sessão Extraordinária do Conselho da OIM.


A candidatura de António Vitorino a este importante posto internacional demonstra a muito elevada relevância que Portugal atribui à temática e ao diálogo em matéria de migrações e à premente necessidade de serem encontradas soluções eficazes para os problemas migratórios no quadro internacional. A sua eleição traduz o justíssimo reconhecimento do indiscutível mérito e capacidades pessoais deste destacado cidadão e do seu notável percurso profissional, durante o qual estiveram sempre muito presentes os assuntos e processos relacionados com as migrações.


O Governo Português está plenamente seguro de que António Vitorino é a pessoa certa para conduzir a Organização Internacional para as Migrações neste difícil período e que a sua gestão valorizará a promoção da Paz e da segurança, a tolerância, o respeito pelos direitos Humanos e o Desenvolvimento Sustentável, que norteiam a política externa portuguesa.


Com a decisão hoje tomada, António Vitorino será chamado a desempenhar as suas funções no sistema de governação multilateral num posto fundamental na área das migrações e num contexto particularmente exigente, atentos os desafios globais que marcam a agenda internacional. A Organização Internacional para as Migrações encontra-se num momento crucial da sua história e será chamada a apoiar decisivamente a implementação do Pacto Global para as Migrações, cuja adoção terá lugar ainda este ano.


O Governo Português estende os seus cumprimentos aos dois outros candidatos a esta eleição, Laura Thompson, da Costa Rica, e Kenneth Isaacs, dos Estados Unidos da América, cujo empenho e postura construtiva ao longo dos últimos meses contribuíram para dignificar o multilateralismo e fortalecer o debate global sobre as migrações.

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail